Imóveis que não foram registrados podem se desvalorizar em até 50%, afirma vice-presidente do Secovi Rio  -  17/01/2014

Os pais do aeroviário Hugo Luqueci, de 55 anos, deixaram um terreno com uma casa, em Bento Ribeiro, de herança para os filhos. No espaço, há outro imóvel e uma loja, construídos por um dos irmãos. Nenhuma das construções foi regularizada. Os herdeiros têm, agora, dificuldade para negociar o imóvel.

— Queremos vender, mas, sem documentação, desvaloriza muit
— comenta.

Leonardo Schneider, vice-presidente do Sindicato da Habit...